sábado, 19 de junho de 2010

Outra Sobre Samba

Tava aqui ouvindo um samba legal, bateu a inspiração de falar desse ritmo, que pra mim, é o melhor.

Quando ouço, sinto uma tristeza e uma melancolia misturada com nostalgia, de uma mineira que não viveu as rodas de samba, que não se apaixonou pelo malandro, que não recebeu serenata dos sambas mais bonitos já escritos, que não viu o luar ao som de Noel Rosa na beira da praia.

Sinto isso, quem gosta de samba sabe disso. A não ser que eu seja a criatura mais nostálgica da face da terra.

Tem muito disso em mim, que falta de identidade. Preciso que isso volte! Não quero a mocidade toda sem particularidade. Sendo filhos daqueles que protestaram bebendo coca-cola.

É. To sendo engolida pelo sistema.(Aquele que agente faz coisas que os adultos fazem)

Quem sou eu?

Gosto de poesia, música bem feita, livros legais. Amor sem limite, sem máscara. De amigos confiáveis, sem hipocrisia.

Quero algo a seguir.

E o samba causa isso.

3 comentários:

Matheus disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Matheus disse...

"Quem não gosta de samba bom sujeito não é.
É ruim da cabeça ou doente do pé."

Justo e Preciso.

Hehe...Belo Post!

Bjo. Matheus.

Aline Siqueira disse...

Eu só discordo da parte que você diz que não se apaixonou pelo malandro!! husaehusehsuhusehe
Aliás, eu diria que você caprichou... heuheuhue
QUerida vc escreve muito bem. E samba... é samba! Adoro você!